CPSA 2019

Quem conhece o FIES (Financiamento Estudantil) sabe o quanto é importante manter uma boa comunicação com a CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento), que é um órgão instalado nas instituições de ensino superior privadas que fazem parte do programa educacional desenvolvido pelo Governo Federal e o MEC (Ministério da Educação).

Se você ainda não o conhece ou veio até este artigo para buscar mais informações sobre o CPSA é só continuar a leitura atenta até o final e ao sinal de qualquer dúvida é só utilizar os comentários na parte inferior da página para enviar a sua pergunta, ok?

CPSA
CPSA

O que é CPSA

Como já adiantei, a CPSA é uma sigla para “Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento”. A CPSA não é somente uma espécie de secretaria do FIES com a única finalidade de receber a documentação do aluno participante do programa como se pode imaginar.

Trata-se de uma repartição designada para tratar todos os assuntos pertinentes do programa com os participantes, desde o primeiro contato que é a inscrição no FIES, até o processo de aditamento que é realizado semestralmente.

Dessa forma, qualquer dúvida que o aluno participante do FIES tiver ao longo do programa poderá contar com o auxílio da CPSA para obter todos os esclarecimentos e auxílios necessários.

Documentos Solicitados pela CPSA

Quando um aluno pretende e faz a sua inscrição no SisFies deve providenciar o mais rápido possível toda a documentação exigida pelo programa, pois é necessário apresentar a CPSA, em um prazo máximo de 10 dias contados a partir da conclusão da inscrição, para que possam ser validadas as informações importantes.

Em alguns casos, pode acontecer da CPSA lhe solicitar a apresentação de algum comprovante. Se isso vier a lhe ocorrer é só levar um dos documentos das categorias abaixo. São eles:

  • Categoria 1 – Documentos de identificação do aluno participante e dos componentes de sua família: Podem ser solicitados desde RG, até a Carteira Funcional e CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social)
  • Categoria 2 – Comprovantes de Residência: Podem ser solicitados desde conta de telefone, gás ou água, até contrato de aluguel ou contracheque.
  • Categoria 3 – Comprovante de conclusão do Ensino Médio: Certificado ou documento equivalente com a devida expedição realizada por instituição de ensino competente.
  • Categoria 4 – Comprovantes de rendimentos: Podem ser solicitados os diferentes tipos de comprovantes de acordo com a modalidade de atividade que o estudante ou os seus membros familiares atuam, ou possuem como, por exemplo, rendimentos ligados a atividade rural ou rendimentos de aluguel.

O que acontece se o estudante não comparecer à CPSA

Se o estudante não comparecer à CPSA dentro do prazo estipulado de 10 dias para apresentar a documentação exigida poderá ter a sua inscrição cancelada. Por isso é importante ficar atento a qualquer comunicado realizado pela Comissão.

Como Fazer a Inscrição no Fies

Para se inscrever no FIES 2019 é só seguir o passo a passo abaixo:

  • Em primeiro lugar, você deverá acessar o portal do FIES, que pode ser feito diretamente aqui (http://fies.mec.gov.br/);
  • Clique no botão “Complementar minha inscrição”;
  • Digite o seu CPF e senha;
  • Digite o código apresentado na tela e clique no botão “Entrar”;
  • Se for o seu primeiro acesso, será preciso fazer um cadastro;
  • Informe todos os dados solicitados;
  • Escolha as opções de curso desejados;
  • Escolha uma opção de financiamento;
  • Clique em “Gravar e Avançar”;
  • Informe a quantidade de semestres concluídos (se não tiver feito nenhum é só deixar em branco);
  • Digite o código de verificação de segurança;
  • Conclua a sua inscrição.

Aditamento Fies

O Aditamento FIES nada mais é do que o processo de renovação do financiamento estudantil, o qual deve ser realizado todo semestre. Existem dois modelos de aditamento: o simplificado e o não simplificado.

  • Aditamento Simplificado – Deve ser feito quando não precisa fazer alterações. Neste caso, é só se dirigir à CPSA e retirar o DRM (Documento de Regularidade de Matrícula) devidamente assinado pelo Presidente ou Vice-Presidente da CPSA para finalizar o processo.
  • Aditamento não simplificado – Deve ser feito por quem precisa alterar algum dado. Para isso, compareça até a CPSA e retire o DRM assinado. Dirija-se ao banco ou instituição financiadora munido de todos os seus documentos para finalizar o processo.

Gostou? Curta e compartilhe o post!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *